SIMONE REVEZAMENTO DA TOCHA OLÍMPICA (2016)


RIO 2016 – OLIMPÍADAS
REVEZAMENTO DA TOCHA OLÍMPICA
Aterro do Flamengo, Rio de Janeiro RJ
05.08.2016

O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 encerrou, no Rio de Janeiro, dia 5 de agosto de 2016, sua viagem de 95 dias pelo país, que começou em Brasília em 3 de maio de 2016. Antes de chegar ao Maracanã para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Tocha Olímpica visitou o Cristo Redentor, Palácio da Cidade e o bondinho do Pão de Açúcar. O revezamento passou pela orla da Zona Sul, começando em São Conrado e fechando o trajeto no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo.

O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 encerrou seu percurso total de 12.494 condutores, percorrendo 26 mil quilômetros por terra e visitando 325 cidades dos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal.

Com mais de 40 anos de carreira, a cantora Simone é um dos grandes nomes da MPB e foi também uma das condutoras da Tocha Olímpica. Antes de entrar oficialmente para a música, a baiana de Salvador foi jogadora profissional de basquete e chegou a ser convocada para a Seleção Brasileira.


 

FOTOS

Concentração
Fotos: Redes Sociais e Jac Gonçalves


Revezamento da Tocha Olímpica
Fotos: Ubiratã Jeferson e Willian Lucas


VÍDEOMONTAGEM



SIMONE – ‘Rio Exaltação’ (Roberto Menescal/ Abel Silva)

 
“A minha infância toda foi pautada pelo esporte e pela música. Eu acho que esse é um casamento perfeito. Dizem que o importante é competir, também o importante é ganhar. Todo mundo que entra numa competição, entra para ganhar. Então, minha vida foi pautada por esses dois pontos”, disse. “Que a gente abrace a tocha como a um filho, como a nossa respiração, como o amor. Que sejamos felizes e que o Brasil se realize em seus sonhos, ganhando medalhas ou não. Que a gente torça pelos atletas que estão aqui representando seus países e, principalmente, pelos nossos atletas que batalham muito para chegar aonde chegaram”.
(SIMONE, 05.08.2016, Rio 2016)


VEJA TAMBÉM SIMONE: BASQUETE, FEFIS E AFINS


OUTROS CONDUTORES DA TOCHA OLÍMPICA 
dia 05/08/2016

Abel Gomes, cenógrafo
Andrucha Waddington, cinesta
São Conrado
Ana Botafogo, bailarina
Urca-Centro
Bernard Rajman, prata em Los Angeles 1984
Leblon-Copacabana
Cacá Diegues, cineasta
Leblon-Copacabana
Carlinhos de Jesus, coreógrafo e dançarino
Botafogo-Gávea
Claude Troisgros, chef francês
Botafogo-Gávea
Claudia Mota, primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Urca-Centro
Dante Amaral, ponteiro do vôlei campeão Olímpico em Atenas 2004
Botafogo-Gávea
Diogo Nogueira, representante da nova geração de sambistas
Urca-Centro
Evandro Mesquita, cantor, compositor e ator
Leblon-Copacabana
Fabio Porchat, ator e comediante
São Conrado
Fernanda Keller, triatleta
São Conrado
Helô Pinheiro ficou imortalizada como a “Garota de Ipanema” 
Leblon-Copacabana
Jacqueline Silva, vôlei de quadra, vôlei de praia
Leblon-Copacabana
Jairzinho, ou Jair Ventura Filho, ídolo da Seleção Brasileira tricampeã em 1970
Urca-Centro
Jorge Ben Jor, cantor e compositor
Av. Niemeyer
Lenny Niemeyer, estilista
Leblon-Copacabana
Mariko Mori, japonesa, um dos grandes nomes da arte contemporânea mundial
Leblon-Copacabana
Martinho da Vila, cantor e compositor
Leblon-Copacabana
Nelson Motta, escritor, produtor musical e compositor
Leblon-Copacabana
Nilton Bonder, rabino e escritor
Botafogo-Gávea
Roberta Rodrigues, atriz
São Conrado
Rosa Magalhães, cenógrafa, carnavalesca, diretora de cerimônias do Comitê Rio 2016
São Conrado
Sandra Pires, ouro em Atlanta 1996 e bronze em Sidney 2000 no vôlei de praia
Leblon-Copacabana
Simone, cantora
Urca-Centro
Túlio Maravilha, um dos grandes ídolos do Botafogo
Urca-Centro
Washington Olivetto, publicitário
São Conrado