SIMONE ENCONTRA IVAN LINS NO PALCO EM INÉDITO SHOW DIRIGIDO POR ZÉLIA DUNCAN


Lançado em 1973, o primeiro álbum de Simone trouxe uma música então inédita da parceira de Ivan Lins com Ronaldo Monteiro de Souza, “Chegou a hora”. Nasceu ali, há 45 anos, a conexão musical da cantora baiana com o compositor carioca. Uma ligação que atingiu alta voltagem em 1979 quando Simone deu voz a “Começar de novo”, libertária canção feminina da lavra de Ivan com o parceiro letrista Vitor Martins, e que culminou com a edição, em 2004, de “Baiana da gema”, álbum inteiramente dedicado por Simone ao cancioneiro de Ivan (no caso, com músicas inéditas).

BLOG DO MAURO FERREIRA | G1 | 15.01.2018

Foto: Divulgação/ Leo Aversa 2018

Toda essa conexão será reativada em inédito show dirigido por Zélia Duncan, com quem Simone também já dividiu o palco em show de 2006 perpetuado em DVD e CD ao vivo editados em 2008. Segundo show da série “Encontros”, iniciada em 2016 pela empresa Time for Fun com o espetáculo que reuniu Paulinho da Viola com Marisa Monte, “Simone encontra Ivan Lins – Eterno recomeço” chega à cena em 17 de março, na casa Citibank Hall, na cidade de São Paulo (SP). Na sequência da miniturnê nacional, o show será apresentado nas cidades de Belo Horizonte (MG) – em 24 de março, na casa KM de Vantagens Hall – e Rio de Janeiro (RJ), em 7 de abril, na filial carioca da casa KM de Vantagens Hall.

Sob direção musical de Bia Paes Leme, Simone e Ivan – em foto de Leo Aversa – apresentarão músicas como “Antes que seja tarde” (Ivan Lins e Vitor Martins, 1979), “Bilhete” (Ivan Lins e Vitor Martins, 1980), “Daquilo que eu sei” (Ivan Lins e Vitor Martins, 1981) e “Desesperar jamais” (Ivan Lins e Vitor Martins, 1980), entre outras composições imortalizadas nas vozes dos artistas.